Controle e Transparência

Jorge Eduardo de Araújo Saadi

Cariacica lidera, pela 3ª vez, Ranking de Controle Interno do Tribunal de Contas

Por Tatiana Moura, postado em 20/01/2021
Fotos Arte: PMC

Cariacica está em festa! Pela 3ª vez consecutiva, a cidade é líder no Ranking de Controle Interno do Tribunal de Contas do Espírito Santo (TC-ES). O município saiu na frente dos 78 municípios capixabas atingindo 84 pontos, em uma escala que vai de zero a 100. O ranking é publicado pelo órgão a cada dois anos.

A liderança dá ao município acreditação frente a eventuais investidores, uma vez que eles conseguem identificar que a cidade possui organização administrativa e segurança jurídica. Outra vantagem, é a classificação positiva perante os entes da federação e aos governos estadual e federal, o município fica apto a receber recursos para investimentos, tanto por repasse quanto por capacidade de endividamento, automaticamente, ele passa a ter acesso a crédito.

Além disso, o munícipe se sente orgulhoso da cidade em que vive. Esse é o principal benefício, na visão do secretário de Controle e Transparência, Jorge Eduardo de Araújo Saadi.

“O munícipe sabe que há uma gestão comprometida com a eficiência. Isso é fruto de um trabalho que vem sendo feito com seriedade, já há algum tempo. Esse reconhecimento é resultado de um amadurecimento administrativo do município, que de alguns anos para cá, experimentou a implementação de metodologias de trabalho que instituíram eficiência à administração e, dessa eficiência, decorrem esses prêmios”, comemora.

O Sistema de Controle Interno está previsto na Constituição, mas no Espírito Santo, só em 2011, com a resolução 227, do Tribunal de Contas, foi determinado que os órgãos o implantasse.

Uma das responsáveis pela implantação do Sistema de Controle Interno na Prefeitura de Cariacica é a auditora, da Secretaria Municipal de Controle e Transparência (Semcont), Alessandra Gardinan Lopes. Ela não esconde a satisfação pelo bom resultado alcançado mais uma vez pelo município.

“É o reconhecimento de um trabalho feito com muita dedicação e esforço. Damos o nosso melhor, para o bem da administração pública e dos munícipes, é uma sensação de dever cumprido”, relata.    

Planos

Jorge Eduardo assinala que, o próximo passo para continuar liderando o ranking, é a instituição de uma cultura de integridade.

“Estudaremos a implantação do Programa de Integridade, a ideia é fazer com que todos os pilares de integridade ligados à gestão pública sejam implementados no município, entre eles a instituição de matriz de risco nas secretarias”, afirma.  

banner