Prefeito

Geraldo Luzia de Oliveira Junior

Prefeito recebe governador e o ministro da Justiça para avaliação do programa "Em Frente, Brasil"

Por Marcelo Pereira, postado em 29/10/2019
Fotos Lucas Calazans

O prefeito de Cariacica, Geraldo Luzia Júnior, o Juninho, recebeu o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, na tarde desta terça-feira (29), na sede da Prefeitura, em Alto Lage, para avaliar o andamento do programa "Em Frente Brasil", implantado na cidade desde agosto e que visa ao combate da criminalidade violenta. O primeiro compromisso do trio foi participar da reunião mensal do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM). O GGIM reúne representantes da segurança pública (Polícia Militar, Civil, Federal, Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros, agentes municipais de trânsito, Ministério Público) em encontros mensais para avaliação do contexto de prevenção e combate ao crime.

No encontro, Juninho exaltou a parceria entre o município, o Estado e o Governo Federal, afirmando que somente a união de forças podem surtir efeitos diante de um panorama complexo. "Antes mesmo do 'Em Frente Brasil', que pede essa agregação, nós, da Prefeitura, já incentivamos e promovemos essa união entre as forças policiais aqui no GGIM pois é só por meio do diálogo constante e da troca de experiências, que podemos aprimorar o trabalho de eliminação da violência e envolver ainda mais a sociedade. É muito bom ver que o Governo Federal buscou fortalecer essa sintonia entre o Estado e o município", afirmou o prefeito. 

O ministro agradeceu pelo empenho da ação da Prefeitura nessa agregação e reforçou que essa será a filosofia do programa na cidade. "Vamos caminhar sempre juntos. Essa união facilita pois já estamos unidos ao Estado através do programa 'Estado Presente' e estaremos mais próximos ainda do município", afirmou Moro. Ele lembrou que os índices de homicídio em Cariacica não são bons. "Tivemos um pico maior neste mês. Dez homicídios por mês é um número alto e não devemos nos acostumar a taxas elevadas", destacou, incentivando as forças policiais a continuarem agindo e lembrando que nada é imediato. Segundo dados da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), o número de homicídios na cidade no acumulado do ano é de 122, dez a menos que no mesmo período de 2018.

Educação

Em seguida, a comitiva seguiu para a Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) João Pedro da Silva, em Porto de Santana. Foram recebidos por professores e pelos alunos na quadra do colégio. O prefeito enfatizou que o combate à violência deve ser feito com incentivo à Educação. Ele, inclusive, anunciou que o processo de reforma e manutenção da Emef já havia sido autorizado. "Voltaremos brevemente aqui para dar a ordem de serviço", acrescentou. 

Na sequência, as autoridades concluíram a agenda em Cariacica visitando a tropa da Força Nacional, que está instalada na Academia da Polícia Militar, em Santana. Ali, o prefeito falou para a plateia de policiais, delegados e agentes mais uma vez exaltando a união entre as forças e que contará com mais um incentivo: a Guarda Municipal. "Estamos em um caminho diferente, onde o Governo Federal dialoga com o Estado e o município. Se unificarmos as forças teremos resultado. E conseguimos a aprovação, pela Câmara Legislativa, o projeto que estabelece a Guarda Municipal de Cariacica. E a presença do ministro Sérgio Moro em nossa cidade representa um degrau a mais que subimos", finalizou.     

Em Frente Brasil

Desde agosto deste ano, Cariacica recebeu, dentro do programa, 100 agentes da Força Nacional para atuar ostensivamente em apoio às forças locais. Além disso, o projeto inclui ações na área social. O trabalho de montagem do programa é realizado na cidade desde maio, quando Cariacica foi selecionada como a representante da Região Sudeste por apresentar uma alta nos índices de violência, mas também por ter equilíbrio nas contas públicas, estabilidade governamental e fazer parte de um programa estadual de segurança referência no país. De lá até hoje, Prefeitura e Governo do Estado condensaram dados que foram usados na estratégia que irá para as ruas e uma série de investimentos foram anunciados.

Entre os investimentos, a Casa da Mulher Brasileira e a Estação Juventude 4.0 já foram definidos. O primeiro, que se trata de um local referência, contendo todos os serviços às mulheres vítimas de violência, deverá ser construído num terreno indicado pela Prefeitura, em frente ao Estádio Kleber Andrade, no bairro Rio Branco. Até a conclusão da obra, um local provisório será alugado para a prestação do serviço ter início mais rapidamente.

Outra iniciativa é a criação da Estação Juventude 4.0, que promoverá a inclusão de jovens através da capacitação profissional, acesso ao conhecimento e o desenvolvimento de habilidades que sejam capazes de aumentar a empregabilidade da juventude no atual mercado de trabalho. Toda a documentação para a implantação está aprovada e os dois contêineres, mais os recursos para equipá-los e custeá-los, já estão garantidos. Serão R$ 200 mil para compra de equipamentos, como computadores de alta performance e impressosras 3D para ofertar qualificação profissional a jovens em risco social.

Veja também:

Semcont recebe visita do ouvidor-geral do Ministério da Justiça

banner