NOTÍCIAS

Busca
news

'Roda Hans' realiza atendimentos em frente à Prefeitura

Iniciou na manhã desta terça-feira (12) os atendimentos da Unidade de Saúde Itinerante do Ministério da Saúde em frente a Prefeitura Municipal de Cariacica. É o projeto ‘Roda Hans’, que visa capacitar em serviço a rede de atenção básica sobre a Hanseníase, com foco no diagnóstico precoce, tratamento e prevenção. A unidade móvel realiza os atendimentos até quarta-feira, às 14h. Os atendimentos para o tratamento de Hanseníase no município são realizado na Unidade de Saúde de Jardim América, que é referência em Cariacica no tratamento da doença. São quatro profissionais da saúde que realizam o atendimento no local. A partir da capacitação realizada no ‘Roda Hans’, mais de 20 profissionais, entre médicos e enfermeiros, estarão aptos a atuar em outras unidades de saúde do município, que serão definidas após o mutirão de atendimentos. A enfermeira da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Cariacica, Aline Tatagiba, destaca que o atendimento para o diagnóstico e o tratamento é realizado exclusivamente na atenção primária, e que deve ser iniciado logo após a identificação. “É importante que o paciente procure o atendimento médico logo após identificar alguma mancha no corpo. Quanto mais cedo for o diagnóstico da doença, menor será o tempo de tratamento”, ressalta. Um dos pacientes que recebeu atendimento foi o aposentado Antônio do Rosário e destacou que “o atendimento foi bem rápido e com bons profissionais”. O que é Hanseníase? Fonte: Ministério da Saúde A hanseníase, conhecida antigamente como Lepra, é uma doença crônica, transmissível, de notificação compulsória e investigação obrigatória em todo território nacional. Possui como agente etiológico o Micobacterium leprae, bacilo que tem a capacidade de infectar grande número de indivíduos, e atinge principalmente a pele e os nervos periféricos, Com capacidade de ocasionar lesões neurais, conferindo à doença um alto poder incapacitante, principal responsável pelo estigma e discriminação às pessoas acometidas pela doença. A infecção por hanseníase pode acometer pessoas de ambos os sexos e de qualquer idade. Entretanto, é necessário um longo período de exposição à bactéria, sendo que apenas uma pequena parcela da população infectada realmente adoece. A hanseníase é uma das doenças mais antigas da humanidade. As referências mais remotas datam de 600 a.C. e procedem da Ásia, que, juntamente com a África, são consideradas o berço da doença. Entretanto, a terminologia hanseníase é iniciativa brasileira para minimizar o preconceito secular atribuído à doença, adotada pelo Ministério da Saúde em 1976. Com isso, o nome Lepra e seus adjetivos passam a ser proibidos no País. O Brasil ocupa a 2ª posição do mundo, entre os países que registram casos novos. Em razão da elevada carga, a doença permanece como um importante problema de saúde pública no País. Confira abaixo fotos da ação: 

Mais notícias