Projeto Apadrinhamento Afetivo

 

 

Apadrinhamento Afetivo

O Projeto busca oferecer experiências afetivas ás crianças e aos adolescentes que estão resguardados por medidas de proteção, nos acolhimentos institucionais (abrigos) da nossa cidade.

Apadrinhar afetivamente é contribuir para o desenvolvimento de uma criança ou adolescente que necessita de referências familiares. É cuidar, dar afeto, orientar, estimular nos estudos, proporcionar momentos de lazer, impor limites, para crianças e adolescentes que estão em um abrigo, e que tem pouca possibilidade de ser adotado.

A partir do apadrinhamento afetivo é oportunizada às crianças e adolescentes uma forma diferente de ver o mundo, proporcionando experiências significativas, com modelos positivos que irão favorecer novas aprendizagens.

O Projeto visa cumprir o Art. 4º do Estatuto da Criança e do Adolescente no qual preconiza: Direito a Convivência Familiar e Comunitária.

Não implica em vínculo jurídico de guarda, tutela ou adoção.

O Projeto

  • Como surgiu?
  • Instituído em 2002 pelo Projeto Aconchego-Apoio a convivência Familiar e Comunitária, parceria com as instituições de acolhimento e Vara da Infância e Juventude do DF e a participação da sociedade civil.
    Em 2008, pela Vara da Infância de Cariacica.
    Em 2011, implementado pelo município.

  • Objetivos do Projeto
  • – Proporcionar as crianças a partir dos 7 anos e que tem remotas possibilidades de reintegração e de serem adotadas a experiência de convivência Familiar e Comunitária;
    – Buscar pessoas interessadas, acompanhar, orientar, assistir e apoiar o desenvolvimento e o projeto de vida;
    – Proporcionar aos padrinhos/madrinhas formação e acompanhamento para auxiliá-los em estratégias para atuarem;
    – Contribuir para que a criança e/ou adolescentes acolhidos tenham possibilidade de construir e manter vínculos;
    – Sensibilizar a sociedade para a problemática das crianças acolhidas;
    – O Projeto busca desmitificar a ideia de que criança mais velha já esta pronta.

  • Quem pode participar?
  • – Idade mínima de 18 anos;
    – 16 anos de diferença de idade entre o padrinho/madrinha e o afilhado;
    – Desejar e ter disponibilidade para proporcionar experiências novas para uma criança/ adolescente;
    – Ser sensível às necessidades das crianças em acolhimento institucional;
    – Preferencialmente ser morador de Cariacica.

  • Como participar?
  • Candidata-se para apadrinhar uma criança/adolescente!

    • Basta fazer o download da Ficha de Cadastro – AQUI;
    • Encaminhar a Ficha de Cadastro preenchida para o e-mail do programa: acolhendoeapadrinhando@cariacica.es.gov.br;
    • E aguardar a coordenação entrar em contato para agendar uma visita :)
  • Documentos necessários
  • – Copia da Carteira de Identidade ou CNH;
    – Copia do CPF;
    – Copia do Comprovante de Residência;
    – Certidão Negativa de Antecedentes Criminais.

    Rua Ministro Eurico Salles, nº 16, Campo Grande, Cariacica, Espírito Santo
    CEP: 29.140-040
    Telefone: (27) 3354-5562
    E-mail: acolhendoeapadrinhando@cariacica.es.gov.br