Notícias

Prefeitura inicia cadastro de moradores no sistema nacional de vacinação

Com o objetivo de facilitar o acompanhamento do calendário de vacinação dos moradores de Cariacica, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus) iniciou a implantação do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNIWeb). Agora, é possível atualizar, em âmbito nacional, as vacinas dos cidadãos que, para melhoria e qualidade do serviço de vacinação. Como o sistema começou a ser implantado nesta terça-feira (11), pode haver um pouco de demora no atendimento.

“A ideia é a melhoria da qualidade do serviço de vacinação no município. Antes, preenchíamos o cadastro dos vacinados em grandes livros e, depois, a Coordenação de Imunização recebia as informações para atualizar o sistema. Pelo SIPNIWeb, conseguiremos atualizar instantaneamente as informações de imunização do cidadã. Além disso, será possível avaliar os dados de campanhas realizadas na cidade e planejar outras ações de forma mais ágil. E como o cadastro é unificado, o cidadão poderá ser acompanhado em qualquer lugar do país”, explica a enfermeira referência técnica de Imunização de Cariacica, Rosiene da Penha Carvalho.

Para atualizar o cadastro, basta que o cidadão compareça a uma das salas de vacinas com CPF e Cartão SUS, nas unidades de Alto Lage, Bela Aurora, Bela Vista, Cariacica Sede, Itaquari, Jardim Botânico, Novo Brasil, Nova Rosa da Penha I, Nova Rosa da Penha II, Operário, Oriente, Padre Gabriel, Rio Marinho, Valparaíso, São Francisco, Santa Bárbara e Santa Fé. As salas de vacina funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 15h30.

SIPNIWeb

O Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI) tem por objetivo fundamental, possibilitar aos gestores envolvidos no programa uma avaliação dinâmica do risco quanto à ocorrência de surtos ou epidemias, a partir do registro dos imunos-aplicados e do quantitativo populacional vacinado, que são agregados por faixa etária, em determinado período de tempo, em uma área geográfica.

Os dados de vacinação inseridos no SIPNI também subsidiam o planejamento da aquisição dos imunobiológicos na rotina e nas demais estratégias de vacinação, possibilitam o controle do estoque de imunos, permitem a avaliação das perdas físicas e técnicas necessárias aos administradores que tem a incumbência de programar sua aquisição e distribuição.

O SIPNI é imprescindível na avaliação oportuna e de melhor qualidade das coberturas vacinais, na situação individual do vacinado (e de não vacinados) e consequente controle, eliminação e/ou erradicação de doenças imunopreveeníveis e da vigilância dos Eventos Adversos Pós-Vacinação (EAPV’s).

''

Escrito por

O autor não acrescentou qualquer informação a seu perfil ainda