Notícias

Palestra ensina como se tornar MEI e quais os benefícios isso gera ao pequeno empresário

O mercado de trabalho, nos últimos anos, absorve menos pessoas e a necessidade de gerar renda leva muitas a procurar o empreendedorismo como saída. Este cenário foi apresentado pelo consultor do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Juliano Pavesi, durante palestra para empreendedores cariaciquenses. Cerca de 100 pessoas compareceram para tirar dúvidas sobre como formalizar sua empresa. O evento, realizado no Centro Cultural Frei Civitella, em Campo Grande, na tarde desta terça-feira (15), tinha o objetivo de ensinar o passo a passo de como se faz para abrir uma empresa na categoria Micro Empreendedor Individual (MEI).

consultor sebrae

O consultor do Sebrae Juliano Pavesi já deu palestras em cursos promovidos pela Prefeitura de Cariacica no Ciampe

A formalização permite emitir nota fiscal, garante direitos como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria por tempo/idade de contribuição, entre outros benefícios, além de medidas de desburocratização.  E quem empreende em Cariacica tem um ponto extra, segundo o consultor do Sebrae. Para ele, o Centro Integrado de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Ciampe) é um ponto de apoio que ajuda ao MEI desde as pequenas dúvidas até a legalização da empresa.

“É uma das poucas Prefeituras no Estado onde você encontra formação com oficinas e palestras durante o ano todo. Lá o empreendedor pode regularizar sua documentação, emitir nota, pegar um empréstimo com o Nossocrédito. O que mais assusta as pessoas na hora de investir num negócio próprio é a falta de informação e, nesse ponto, Cariacica está na frente, ajudando as pessoas a concretizarem seus sonhos”, analisou Pavesi.

Vanessa planeja formalizar sua empresa

Vanessa planeja formalizar sua empresa

Vanessa Alves era uma das presentes no evento. Ela e o marido possuem uma empresa de compra e venda de materiais ferrosos e serviços de serralheria, mas ainda não abriram um cnpj. Ela explica que hoje têm essa necessidade e a procura pelo curso foi com o objetivo de entender mais como funciona. “A gente abre uma empresa, mas fica meio perdido né. Saber que temos à disposição essa estrutura e ver como é simples abrir um MEI foi importante para nós”, comentou a empresária.

Gladison Ribeiro da Silva já está um passo à frente e tem uma empresa formalizada de treinamentos de informática. Ele considerou a ação mais proveitosa do que imaginava. “Eu vim para tirar a dúvida de como conseguir uma inscrição municipal e, na verdade, aprendi muito mais. Eu presto serviço para algumas empresas e a experiência que obtive aqui hoje vai me ajudar bastante”, comentou Silva.

O diretor-presidente do Instituto de Desenvolvimento do Município de Cariacica (Idesc), Albuino de Azeredo Júnior, aponta que a procura grande por pessoas querendo abrir um MEI ou outros tipos de empresas no município mostra que a cidade acolhe bem o empreendedorismo de seus moradores. “Temos uma preocupação de atender bem e garantir que tenham condições não só de abrir sua empresa, mas de mantê-la em funcionamento ao longo dos anos. Hoje, em Cariacica, muitos abrem um MEI e em menos de um ano já migram para Micro Empresa, contratando mais pessoas e gerando renda. Esse é o objetivo, promover emancipação financeira e social para as pessoas”, afirmou Albuino.

A programação da Semana do Mei em Cariacica segue até sexta-feira (18), com palestras e oficinas todos os dias.

''

Escrito por

O autor não acrescentou qualquer informação a seu perfil ainda