NOTÍCIAS

news

Chuva em Cariacica chega em 24 horas com três vezes mais volume do que todo o mês de maio

Em 24 horas, Cariacica registrou 249 mm de chuva, segundo a Defesa Civil Estadual, sendo a cidade onde mais choveu em todo o Espírito Santo. O número surpreendente é mais que três vezes o esperado para o mês de maio, normalmente estacionado na média de 64 mm.   As secretarias de Defesa Social (Semdefes), Assistência (Semas), Saúde (Semus) e Serviços (Semserv) estão em alerta e disponibilizaram equipes emergenciais por todo o município.  Entre os chamados atendidos pela Defesa Civil municipal, até o final da tarde deste sábado (18), foram 16 ocorrências envolvendo deslizamento de encostas, 14 relacionados a problemas em edificações, sete demandas de queda de árvores, além de 46 registros de pontos de alagamentos.  Os alagamentos aconteceram em Itacibá, Rio Marinho, Sotelândia, Nova Brasília, Jardim de Alah, Porto de Santana, Itanguá, Vale Esperança e Flor de Piranema.  Houve queda de muro em Sotema, Cruzeiro do Sul e em Mucuri. Em Vila Palestina, o muro dos fundos da Associação de Funcionários da Viação Águia Branco desabou no início da tarde. A rua estava deserta e não houve feridos. A Defesa Civil isolou o local. Constatou que a construção do restante do clube não oferece risco. Maquinários da Prefeitura desobstruíram a rua.  Uma residência foi interditada em Itacibá, devido à queda de talude. A família foi encaminhada para casa de parentes.  A Defesa teve que resgatar, com um barco, pessoas ilhadas em Rio Marinho e Flor de Piranema.  Até o momento, há duas famílias desalojadas e nenhum desabrigado.  Serviços A Secretarias de Serviços (Semserv) colocou à disposição uma força-tarefa envolvendo pás carregadeiras, caminhões e caminhões-sugadores em Mucuri, Nova Brasília, Porto de Santana, Vila Palestina, Rio Marinho e Jardim América.  Durante o temporal, a Secretaria Municipal de Saúde escalou equipe de motoristas para buscar médicos e profissionais e levá-los ao Pronto Atendimento de Alto Lage, já que eles não conseguiam chegar ao local. Pós-chuva O prefeito Geraldo Luzia de Oliveira Júnior, o Juninho, acompanhou os trabalhos das equipes indo às ruas com a Defesa Civil e monitorando a cidade também na sede da Defesa, no Batalhão do Corpo de Bombeiros, em São Francisco. "Nosso trabalho preventivo de limpeza de canais e galerias e a implantação das geomantas nas encostas e áreas de risco funcionou porque, mesmo recebendo esse volume considerável de chuva (e fomos a cidade onde mais choveu no Espírito Santo), não tivemos conseqüências graves. Iremos continuar auxiliando os moradores e as comunidades. Faremos o cadastro das famílias que tiveram residências alagadas para que, futuramente, possam receber, por exemplo, liberação do FGTS pela Caixa, se for definido pelo Governo Federal. Também colocaremos à disposição nosso maquinário como retroescavadeiras, caminhões e carros-sugador para garantir a normalidade e o fluxo de trânsito dos bairros", adiantou.  O prefeito também informou que, a partir da próxima quarta-feira (22), com a volta do tempo ensolarado, serão lançadas três frentes de trabalho de tapa-buraco e manutenção de ruas.  Alerta A Defesa Civil alerta que os moradores não saiam de casa, se não houver necessidade. A previsão é para chuva volumosa no domingo (19). Em caso de sinais de trincas ou deslizamentos deixe imediatamente a residência. Em caso de emergência, os telefones da Defesa Civil são 9 8831-6000 e 3346-6111 e 3346-6112.  

Mais notícias