Notícias

Defesa Civil atende a mais de 100 ocorrências relacionadas a chuvas em 24 horas

A Defesa Civil de Cariacica atendeu 117 ocorrências em 24 horas.  A cidade foi uma das que mais receberam chuvas no Espírito Santo. Nos últimos dois dias, foram  162,47 mm, segundo  o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), próximo à marca de 167 mm que é a média mensal de novembro.  Ou seja, em dois dias choveu quase o equivalente a um mês.

Entre a noite de quinta e o início da noite desta sexta (09), a equipe da Defesa Civil de Cariacica atendeu a demandas relacionadas a deslizamento de encostas, problemas estruturais em edificações, queda de árvores e alagamentos.

No momento, são 53 famílias desalojadas, que foram encaminhadas a casas de parentes e amigos. Elas são moradoras da região do rio Formate, nos bairros de Operário e Vila Rica. O rio Formate transbordou em mais de 4 metros no período mais crítico das chuvas. A Defesa Civil não registrou desabrigados em Cariacica.

Na tarde desta sexta, o prefeito Geraldo Luzia de Oliveira Júnior, o Juninho, reuniu-se com o Comitê de Prevenção de Desastres Naturais, formado pela união de várias secretarias municipais, diante da previsão de chuvas fortes para o final de semana. Foram reforçadas as estratégias para um atendimento rápido à população. Ainda pela manhã, o prefeito encontrou-se com o governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, que reforçou a parceria e o apoio aos serviços emergenciais às comunidades de Cariacica, por meio das forças militares e toda a estrutura do governo do Estado e de sua área social.

Atendimentos

IMG_7862

Residência foi interditada em Alto Boa Vista. Foto: Claudio Postay

Houve nos bairros Vila Prudêncio, Porto de Cariacica, Sotema e Maracanã. No bairro Itaquari, inclusive, sete pessoas da mesma família foram retiradas de uma casa pelo Corpo de Bombeiros após a queda de uma barreira. Todas foram encaminhadas a casa de parentes. Foram interditadas também residências em Alto Boa Vista. Os moradores foram orientados a deixarem as casas. Também foram registradas quedas de muro nos bairros Aparecida, Boa Sorte, Sotelândia e Morro do Sesi.

Em Nova Rosa da Penha, parte de uma casa caiu. O desabamento parcial do imóvel não gerou vítimas. Houve também a ocorrência atendida pelo Corpo de Bombeiros de  um deslizamento de pedra em Nova Valverde que não deixou feridos.

Geomanta

IMG_7781

Geomanta danificada em Porto de Santana. Foto: Claudio Postay

A geomanta de Porto de Santana, na rua Gabino Rios, sofreu ato de vandalismo há duas semanas em sua estrutura, o que causou destruição em parte dela. O reparo estava sendo feito desde então mas as fortes chuvas das últimas 48 horas terminaram por danificar ainda mais a estrutura. A Defesa Civil esteve no local e fez as orientações necessárias aos moradores. Como medida paliativa, será colocada uma lona na parte descoberta da geomanta. Após as chuvas serão feitos os reparos. A Prefeitura conta com a colaboração dos moradores para denúncias de casos de vandalismo nas geomantas do município. As denúncias podem ser feitas pelo telefone 162.

Alagamentos

A Defesa Civil registrou pontos de alagamentos em Campo Grande (avenida Leopoldina, avenida Expedito Garcia, rua Estrela Matutina), Jardim América (na avenida América), Itacibá, Santana (rodovia José Sette), Cruzeiro do Sul (avenida Leopoldina e rua Peregrino). Há, ainda, alagamento total dos bairros: Novo Brasil, Flor de Piranema, Bairro Operário, Novo Horizonte e Nova Campo Grande.

A Prefeitura Municipal de Cariacica acionou o Comitê de Prevenção de Desastres Naturais diante da previsão de chuvas fortes para os próximos dias. O Comitê irá traçar planos de ação e procedimentos para atender a população em casos extremos. A equipe da Defesa Civil permanece com o monitoramento de todo o município. A Defesa Civil está em alerta e atende pelo telefone 9 8831-6000 (plantão 24 horas) ou 199.

''

Escrito por

O autor não acrescentou qualquer informação a seu perfil ainda